Feeds:
Posts
Comentários

Meu último post neste blog foi em 2009.  Sendo preciso, 10/09/2009, são 2 anos e 10 meses sem nenhuma publicação.

Gosto de escrever, compartilhar idéias e principalmente compartilhar experiências que possam ajudar outras pessoas. Você pode imaginar que nestes quase 3 anos sem escrever nenhum post, passei por diversas situações pessoais e profissionais as quais dão muito material.

Enfim, acredito que o post de hoje é a realidade que enfrentei nos últimos 4 meses e que foi possível enfrentar com tranquilidade em função de algumas lições aprendidas desde 2003.

Pesquisa recente do Serasa Experian (http://www.serasaexperian.com.br/), que foi bastante divulgada hoje nos jornais matinais apresenta 4 dados interessantes:

  1. Houve um aumento de 19% na inadimplência no 1 semestre deste ano comparando com o mesmo período do ano anterior;
  2. 60% dos brasileiros tem dívida acima da própria renda;
  3. Cheque Especial e Cartão de Crédito continuam sendo os grandes vilões;
  4. O problema não é desemprego, mas descontrole da população;

Gostaria de trabalhar apenas 2 dados desta pesquisa: “Viver com dívida cima da própria renda” e “Descontrole”. Em 2006, publiquei dois artigos no iMasters (Abraços ao meus amigos @tbaeta e @viviannevilela) que ainda estão atuais:

http://imasters.com.br/artigo/4719/carreira/quanto-mais-eu-ganho-mais-eu-gasto

http://imasters.com.br/artigo/4612/carreira/a-influencia-das-financas-pessoais-na-carreira

O anos de 2003 a 2005 foram anos muito ruins para mim na questão finanças pessoais. Vivia com dívida acima da renda, total descontrole, o cheque especial havia “sido” incorporado a minha “renda”, a fatura do cartão de crédito era paga apenas o mínimo. Enfim, caos total nas finanças que acabaram influenciando diretamente na minha vida profissional.

Eu me recusava a encarar a realidade, para mim a solução dos problemas era aumento de salário. Como não merecia, vivia de empréstimo a empréstimo.

Afirmo com certeza que a pessoa que abriu meus olhos, foi o consultor financeiro e escritor Gustavo Cerbasi (@gcerbasi), com o livro “Dinheiro – Os segredos de quem tem”.  Livro objetivo e direto ao ponto. É o livro que mais recomendo aos amigos com dificuldades financeiras.

A metodologia proposta por Gustavo e que eu apliquei (aplico) com disciplina em minha vida desde 2005 é o que mudou minha situação de endividamento 100% para endividamento 0% e ainda construindo minha independência financeira. Obrigado Gustavo Cerbasi 🙂

Por quê estou falando disto agora? Há 4 meses atrás, descobri que estava com um tumor maligno na tireóide e hoje recebi alta do hospital com completa restauração da minha saúde. Evidente que descobrir este tipo de doença, causa profundas reflexões em diversos aspectos da nossa vida (Reflexões que compartilharei em outros posts), mas o objetivo deste post é mostrar que a tranquilidade financeira, junto com o apoio dos amigos, familiares e empresa foi fator determinante em minha pronta recuperação.

Por mais que você tenha um ótimo plano de saúde, possa usufruir de uma excelente rede de médicos e hospitais (Como foi meu caso, graças a Deus), sem dúvida você terá gastos não cobertos e planejados. Onde quero chegar?

Quero registrar que os imprevistos, acontecem com todos. Tenho 33 anos e nunca imaginei que iria enfrentar tal situação tão cedo e o melhor, com tanta tranquilidade financeira.

Eu consegui, você consegue. Basta disciplina.

Se você está passando por dificuldades financeiras. Pare por algumas horas, anote em um papel seus gastos, seus hábitos, seus desejos, suas necessidades. Só assim para começar a priorizar o que é importante.

Não me tornei um “escravo” do dinheiro. Os mais próximos conhecem bem meus hábitos e estilo de vida, apenas aprendi a ter educação financeira. Usando o conceito dos 3 baldes (Orçamento para segurança, investimento e luxo). Ficou curioso? Leia o livro que indiquei (rsrs)

Além dos 3 baldes, antes de comprar qualquer produto/serviço faço as 3 perguntas mágicas: Preciso? Tem que ser agora? Tenho dinheiro? Se a resposta for não para as duas primeiras, não compre. Se a resposta for sim, reflita.

Quando for as compras, esteja preparado para não comprar. 🙂

Abraços e até breve

Será que estamos preparados para o consumo sustentável?

É cada vez mais comum o uso de sacolas ecológicas (“eco bags”) nos supermercados, mas os funcionários demonstram despreparo e falta de informação.

Procuro reduzir o consumo de papel optando em receber extratos bancários, contas de consumo, seguro, etc e tal por email. Comercialmente chamado de “Kit Digital” 🙂

O interessante é que estes documentos eletrônicos, muitas vezes, não são aceitos para comprovar renda e reembolso por alguns estabelecimentos e empresas.

A sociedade está preparada para o consumo sustentável? Ou sustentabilidade é apenas um modismo explorado comercialmente?

Compartilhe sua visão. Envie seus comentários. 😉

BlogBlogs.Com.Br

Prezados Empreendedores e Empreendedoras,

O Funcet (Fundo Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) financiará projetos de inovação tecnológica apresentados por empresas brasileiras de micro e pequeno porte que estejam instaladas no Estado de São Paulo.

Neste edital serão selecionadas propostas para financiamento com valor limite de até R$ 200 mil por empresa, comprometendo recursos no valor total de até R$ 10 milhões.

Maiores informações sobre o edital e normas de operação do Funcet poderão ser obtidos no site: www.desenvolvimento.sp.gov.br/programas/funcet

Sobre o FUNCET:

O Fundo Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcet) tem o objetivo de estimular a inovação, o desenvolvimento tecnológico e o incremento da competitividade das empresas e da economia do Estado, por meio de financiamento em condições especiais.

Bons negócios.

Cansei

Cansei…

De chegar em casa e não conseguir trabalhar, pois o serviço de banda larga é instável

De chegar em casa e ter que passar horas no SAC (Deveria trocar o nome para “Serviço de Aborrecimento ao Cliente“) de uma operadora de celular para solicitar segunda via ou código de barras da conta que não chegou.

De repetir os mesmos dados para empresas quando o assunto é reclamação sobre um serviço, no entanto, recebo diariamente “ofertas” de novos produtos e serviços em minha caixa de email e em casa. Estranho 😉

De “ouvir” a imprensa divulgar os direitos (Também me incluo nesta, pois divulgo alguns direitos através deste blog) dos consumidores e os telefones das agências reguladoras e não existir ninguém para fiscalizar e garantir os direitos dos consumidores.

De “ouvir” textos prontos das ouvidorias e dos canais “Fale Conosco” de empresas que utilizam a internet como canal com o cliente. Por favor, não crie um canal “Fale Conosco” se sua empresa não possui uma estrutura para atender.

De “ler” entrevistas com executivos falando de investimentos em CRM e BI com foco no atendimento ao cliente. Um dica: Sua empresa pode comprar o melhor software do mundo em CRM, mas não funcionará se as pessoas que utilizarão o software não tiverem o treinamento adequado. Invista primeiro em pessoas.

Enfim, cansei de esperar meus direitos.
Decidi manifestar através deste post, minha indignação com o atendimento que eu, você e muitos outros recebem diariamente por serem “clientes” que cumprem seus compromissos e que não recebem o mínimo que é prestação do serviço.

Não quero brinde, bônus e email de “Feliz Aniversário”. Quero apenas o produto/serviço entregue nas condições contratadas.

Espero provocar através deste post uma discussão sobre qualidade e relacionamento com cliente.

O IE Business School preparou um site com o conteúdo utilizado pelos professores e alunos.
Estudos de casos, simuladores, gráficos interativos e exercícios. Tudo gratuito.
Material disponível em inglês e espanhol.
Vale a pena conferir. Clique aqui para acessar o site.
Bons estudos

Conheço algumas pessoas que decidiram empreender por achar o dia-a-dia um saco. O dia-a-dia é realmente “chato”, mas necessário para o sucesso de qualquer empreendimento.

Empreendedores querem fazer apenas o que gostam e “esquecem” do planejamento e gestão.

Recomendo a leitura do excelente artigo sobre negócios que fracassam.
Porque negócios fracassam do autor Carlos von Sohsten
E a visita diária ao blog Mundo Sebrae

Vamos “Botar pra fazer

Conheci o Fábio Marques no aniversário de 6 anos da Confraria Network e após uma brilhante palestra sobre Marketing Pessoal, fiquei bastante provocado pelo tema e outras áreas de conhecimento que o Fábio explora.

Ele foi entrevistado pelo jornalista Heródoto Barbeiro, Rádio CBN, no dia 03/08/08 e falou sobre Excelência em Serviços. Para ouvir a entrevista, clique aqui

Visite também o blog Evolution to Excellence